Suíno Vivo: Depois de Rio Grande do Sul, Santa Catarina também tem leve queda nos preços

Publicado em 14/11/2014 15:40 51 exibições

Nesta sexta-feira (14), os preços para o suíno vivo tiveram reajuste em Santa Catarina. A Bolsa de Suínos do estado definiu o valor de R$ 4,80/kg como referência para a semana. O valor anterior estava em R$ 4,85/kg, uma baixa de 1,03%. Já a Bolsa de Suínos de Minas Gerais manteve o valor em R$ 5,15/kg, assim como São Paulo manteve no início da semana em R$ 5,44/kg. Com isso, as duas praças, junto com Goiás, permanecem como os maiores valores praticados no mercado interno e acima dos R$ 5/kg.

 A primeira quinzena de novembro tem sido de estabilidade para o mercado de suínos, em que quase não houve variações nos valores praticados. Após as altas expressivas de outubro, os preços se mantiveram em patamares mais altos. Segundo aponta dados do Cepea, o poder de compra dos suinocultores diminuiu com a alta registrada no preço do milho. A relação de troca chega a ser 4% menor que no final do mês do outro. Por outro lado, está 25% superior ao ano passado, demonstrando que a situação dos suinocultores segue bastante favorável.

Segundo levantamento realizado pelo Notícias Agrícolas, durante toda a semana quase nenhuma praça apresentou variações. Em que o Paraná foi a praça com maior movimentação, com um acréscimo de 1,24%, fechando o dia em R$ 4,89/kg. Outra praça que trouxe variações, foi o Rio Grande do Sul, com uma queda pouco expressiva de 0,61%, chegando aos R$ 4,85/kg.

Confira como ficaram os preços praticados nas principais praças nesta sexta-feira (14):

Estado Preço Máximo (R$/kg vivo) Variação (%)
Ver histórico Fechamento: 14/11/2014            
Santa Catarina 4,80 -1,03
Paraná 4,89 0,00
Rio Grande do Sul 4,85 0,00
São Paulo 5,44 0,00
Mato Grosso 4,20 0,00
Goias 5,15 0,00
Minas Gerais 5,15 0,00
BRF/SC* 3,50 0,00
Aurora/SC* 3,60 0,00
Pamplona/SC* 3,50 0,00
Tags:
Por:
Sandy Quintans // André Lopes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário