Mercado do frango encerra a 3ª feira sem alteração nos preços

Publicado em 19/01/2021 16:43 65 exibições
No Mato Grosso, o volume de animais abatidos no estado foi de 176 milhões no ano de 2020, ou seja, um crescimento de 13,66% frente a 2019.

LOGO nalogo

Nesta terça-feira (19), as referências para o frango permaneceram estáveis  nas principais praças pesquisadas. A Scot Consultoria informou que em São Paulo o frango na granja está cotado a R$ 4,30kg, enquanto o frango atacado teve uma valorização de 4,63% e está precificado ao redor de R$ 5,65/kg.

De acordo com o levantamento do Cepea/Esalq realizado na última segunda-feira (18), o preço do frango congelado está cotado a R$ 5,86/kg. No caso do frango resfriado está precificado a R$ 6,20kg.

O Notícias Agrícolas apurou que nas principais praças produtoras do país não registraram mudança de valores, sendo que em São Paulo está cotado a R$ 4,00/kg, já no Paraná o frango vivo está precificado a R$ 4,63/kg e R$ 2,61/kg em Santa Catarina.

Mato Grosso do Sul 

Segundo as informações divulgadas pela a Federação da Agricultura do Mato Grosso do Sul (FAMASUL), o volume de animais abatidos no estado foi de 176 milhões no ano de 2020. “Esse número superou em 13,66% os 155,1 milhões de frangos abatidos em 2019. A estimativa é que a produção tenha sido 388 mil toneladas de carne de frango, número 2,76% maior que as 378 mil toneladas de 2019”, reportou. 

Já com relação às exportações da carne de frango por Mato Grosso do Sul, totalizaram US$ 250,5 milhões e 165,6 mil toneladas no ano anterior. “Se comparado com 2019 constata-se receita 3,98% superior e volume 26,24% maior. O Brasil exportou em 2020 US$ 5,9 bilhões e 4,1 milhões de toneladas de carne frango, esses números representam retração de 14,1% na receita e queda de 1,20% no volume em relação ao ano de 2019”, informou. 

A federação ainda destacou que os principais destinos da carne de frango sul-mato-grossense foram China e Japão, juntos responderam por 43,60% da receita, com o equivalente a US$ 109,2 milhões. 

Goiás 

A demanda interna por carne de frango reduziu, fazendo com que os preços permanecessem estáveis e com viés de baixa no decorrer da semana em Goiás, conforme reportou o Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (IFAG). No caso do mercado do frango, apesar do benefício de ser a proteína animal mais barata, atraindo mais consumidores, houve também recuo nos preços devido à atual falta de capital da população. Nesse sentido, também de acordo com instituto o preço médio do frango vivo ficou a R$ 4,00/kg.

Confira as cotações completas AQUI

Por:
Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário