Namíbia proíbe importação de aves da África do Sul após a disseminação da gripe aviária

Publicado em 18/05/2021 08:37 28 exibições

A Namíbia proibiu todas as importações de aves e produtos avícolas da África do Sul depois que novos surtos de gripe aviária foram detectados no país vizinho, disse o ministério da agricultura na segunda-feira (17).

No mês passado, a Namíbia suspendeu as importações de uma granja comercial de produção de ovos em Ekurhuleni, a leste de Joanesburgo, após a morte de cerca de 300 aves. As amostras da fazenda deram positivo para a cepa H5.

O país do sudoeste africano estendeu a proibição de aves a todas as fazendas sul-africanas após um surto em outras oito fazendas.

Remessas contendo produtos avícolas embalados em sua embalagem final em ou após 19 de março terão sua entrada recusada na Namíbia, disse um comunicado do Ministério da Agricultura.

No entanto, as importações de aves e seus produtos em trânsito pela África do Sul de outros países não afetados pelo surto de gripe aviária serão permitidas, disse o ministério.

No mês passado, o vizinho Botswana também proibiu a importação de pássaros domesticados e selvagens da África do Sul devido ao surto de gripe aviária.

Após um surto da cepa H5N8 altamente patogênica da gripe aviária em 2017, que viu os avicultores abaterem milhões de aves, países vizinhos, incluindo Zimbábue, Namíbia e Botswana, proibiram as importações de aves da África do Sul.

A cepa H5N8 da gripe aviária é altamente patogênica entre as aves, mas apresenta poucos riscos à saúde humana.

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário