Suínos: preços sobem nesta quinta-feira (10)

Publicado em 10/06/2021 19:05 123 exibições

LOGO nalogo

Esta quinta-feira (10) foi de mercado aquecido para a suinocultura. De acordo com análise do Cepea/Esalq, as cotações do suíno vivo negociado no mercado independente voltaram a se recuperar entre o final do último mês e o início de junho, mesmo com as vendas domésticas da carne ainda lentas. 

Enquanto o mercado operava com queda nos valores, suinocultores, pressionados pelo elevado custo de produção, acabaram elevando pontualmente a oferta de lotes de suínos vivo – inclusive de animais mais leves. Agora, o que se observa é menor disponibilidade de animais em peso ideal de abate, contexto que tem resultado em reação nos preços.

No caso do animal vivo, conforme informações do Cepea/Esalq, referentes à quarta-feira (9), os preços ficaram estáveis em Minas Gerais e no Rio Grande do Sul, valendo, respectivamente, R$ 6,49/kg e R$ 5,98/kg. 

Houve alta de 0,34% no Paraná, atingindo R$ 5,95/kg, aumento de 0,34% em Santa Catarina, custando R$ 5,92/kg, e de 0,31% em São Paulo, fechando em R$ 6,51/kg. 

Nesta quinta-feira (10) as principais praças que comercializam suínos no mercado independente registraram altas nos preços, com menos animais vivos para negociar e clima mais frio, o que auxilia na melhora da demanda na ponta consumidora. Entretanto, lideranças pontuam que os custos de produção seguem pressionando a atividade. 

Leia Mais:

+ Suinocultura independente: preços mostram reação e sobem, mas custos ainda pressionam

Por:
Letícia Guimarães
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário