Xinhua: China emite alerta sobre queda no preço de suínos

Publicado em 16/06/2021 07:58

O principal planejador econômico da China divulgou nesta quarta-feira um alerta de terceiro nível para uma queda excessiva nos preços de suínos, advertindo os suinocultores a ajustarem seus planos para estabilizar os suprimentos.

A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (CNDR) disse que o aumento da oferta de suínos e das importações de carne de porco, bem como a retração da demanda sazonal, contribuíram para a queda nos preços.

O órgão prometeu monitorar de perto as flutuações e ajustar as reservas para garantir uma operação estável no mercado de porcos.

Desde 2021, os preços de suínos apresentaram uma tendência descendente por vários meses consecutivos. Dados do Departamento Nacional de Estatísticas mostraram que os preços de suínos caíram 11,2% no início de junho em comparação com o final de maio.

O alerta de terceiro nível é o mais baixo no sistema recém-introduzido para advertir sobre altas e baixas excessivas nos preços de suínos.

As autoridades chinesas lançaram na semana passada um plano de trabalho para melhorar o mecanismo de ajuste das reservas de carne suína como parte dos esforços para estabilizar o mercado, que tem visto flutuações frequentes.

O plano, emitido por vários órgãos do governo, incluindo a CNDR, detalhou diversas medidas para evitar movimentos drásticos no mercado de carne suína, com mais indicadores adicionados para avisos oportunos sobre mudanças no mercado.

Embora as flutuações cíclicas da oferta e dos preços de carne suína sejam um fenômeno mundial, tais volatilidades são especialmente altas na China, em parte porque a maioria dos porcos do país é produzida em fazendas familiares.

Depois que a peste suína africana deu um duro golpe na produção e nos preços de carne de porcos desde 2018, as autoridades tomaram uma série de medidas, incluindo a distribuição de subsídios, para encorajar a agricultura em escala, para estabilizar os preços da carne básica na China. 

Fonte:
Xinhua

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário