EUA encontram mais casos de gripe aviária em aves selvagens e identifica cepa

Publicado em 19/01/2022 08:04 113 exibições

Logotipo Reuters

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos informou nesta terça-feira mais dois casos de gripe aviária altamente patogênica em aves selvagens, aumentando os riscos de possíveis infecções em aves.

O USDA informou na sexta-feira o primeiro caso do país de um tipo eurasiano do vírus H5 desde 2016 e na terça-feira disse que todos os três casos são da cepa H5N1. Essa cepa causou uma onda de surtos de gripe aviária em aves em toda a Europa e Ásia. 

O H5N1 é uma das poucas cepas de gripe aviária que passou para humanos, embora autoridades norte-americanas tenham dito que havia um baixo risco para as pessoas do caso confirmado na sexta-feira.

As infecções são decepcionantes porque é raro que uma cepa eurasiana chegue à América do Norte, disse Carol Cardona, professora de saúde aviária da Universidade de Minnesota.

"Os vírus da gripe aviária tendem a permanecer em seu hemisfério", disse ela.

Os últimos casos nos EUA ocorreram no condado de Colleton, na Carolina do Sul, onde a infecção de sexta-feira foi encontrada em um pato selvagem, e no condado de Hyde, na Carolina do Norte, informou o USDA.

As aves selvagens podem transmitir a gripe aviária umas às outras ou às aves domésticas através do contacto direto e através das suas penas ou fezes.

“Essas descobertas não são inesperadas, pois as aves selvagens podem ser infectadas com HPAI e não mostram sinais de doença”, disse o USDA. "Eles podem levar a doença para novas áreas ao migrar."

O USDA aconselhou os produtores de aves a revisar as medidas de segurança para garantir a saúde de seus rebanhos e disse que as pessoas devem usar luvas ao lidar com aves selvagens.

Cardona disse que os produtores de aves precisam garantir que o vírus não entre em seus celeiros.

"Os produtores de aves estarão ocupados nesta primavera", disse ela. "Eles têm que verificar as portas e janelas todos os dias, duas vezes por dia, 10 vezes por dia."

A Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) disse na terça-feira que a Espanha relatou um surto de gripe aviária H5N1 em uma fazenda ao norte de Madri. 

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário