Grãos: Mercado fecha próximo da estabilidade à espera do USDA

Publicado em 10/01/2012 17:10 914 exibições
Nesta terça-feira, após as fortes altas de ontem, o mercado internacional de grão fechou o dia no vermelho. Ao longo da sessão regular de hoje, as perdas registradas pela soja, milho e trigo foram minimizadas, uma vez que as cotações ainda encontram suporte no clima quente e seco que castiga a América do Sul.

No entanto, algumas chuvas reportadas na Argetina e a previsão de novas precipitações no país e também no Brasil nos próximos dias acabou acalmando o mercado, neutralizando o sentimento visto na sessão de ontem - quando a soja fechou com quase 40 pontos positivos - fazendo os investidores reduzirem sua exposição ao risco, registrando um movimento de cobertura de posições.

Paralela à questão climática, a expectativa do mercado para o relatório de oferta e demanda que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) também limita uma movimentação mais expressiva dos mercados. O que se espera é que, por conta da seca, o departamento reporte uma redução nas estimativas para as safras de soja e milho tanto do Brasil quanto da Argentina.

Porém, de acordo com o analista de mercado Glauco Monte, da FCStone, os dados do USDA não devem trazer uma mudança muito significativo. No entanto, o analista alerta para os números dos estoques norte-americanos, que são os que devem movimentar mais expressivamente o mercado nos próximos dias.

Monte diz ainda que o que poderia provocar uma nova onda de baixas no mercado de grãos seria um agravamento da crise financeira.

Clique nos links abaixo e confira como ficaram as cotações no fechamento desta terça-feira:

>> SOJA

>> MILHO

>> TRIGO

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário