Feijão: Quebra na safra do Nordeste estimula alta dos preços no país

Publicado em 06/06/2012 07:37 832 exibições
Os preços do feijão estão subindo no Brasil por conta da quebra da safra no Nordeste. A saca do feijão carioca está sendo vendida a R$ 150,00 e esse valor é mais do que o dobro do valor no mesmo período do ano passado. 

O momento anima os produtores do Paraná, importante produtor do grão. Nesta segunda safra, o estado deverá produzir cerca de 347 mil toneladas, quase 25% a mais do que o produzido no ciclo anterior. 

Os agricultores há anos não eram tão bem remunerados. Porém, alguns deles até pensam em reduzir sua área plantada, pois sabem que haverá mais gente investindo na cultura no ano que vem. A estratégia é para manter os preços em bons patamares. 

"Eu acredito que não é hora de plantar o feijão porque muita gente vai correr atrás dopreço e vai cair. Não vai se sair bem", disse Albert Barkema, que planeja reduzir pela metade a área de 600 hectares. 

A safra brasileira de feijão nesta temporada deverá ficar em 1,1 milhão de toneladas, 14% a menos do que o produzido no ano passado. A retração na colheita é justificada por essa quebra no Nordeste que aconteceu em função da seca. 

Com informações do Globo Rural. 
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário