Plantio de feijão primeira safra 2012/13 alcança 83% no Paraná

Publicado em 29/10/2012 11:09 534 exibições
O plantio de feijão primeira safra 2012/13 alcançou 83% da área estimada no Paraná até o dia 22 de outubro, conforme divulgou o boletim de acompanhamento do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do estado. 

O boletim também informou que as condições das lavouras estão divididas entre boas 79%, médias 19% e ruins 2%. E as plantações semeadas estão nas seguintes fases, 83% em desenvolvimento vegetativo, 11% germinação, 4% floração e 2% frutificação.  

A estimativa é que sejam colhidas 376.040 toneladas de feijão na primeira safra, uma elevação de 7% em comparação com a produção 2011/12, que foi de 349.903 toneladas. Na contramão desse cenário, a área cultivada deve registrar uma redução de 12%, ocupando 218.022 hectares, ante 247.589 hectares na safra anterior.

Segundo o analista da Safras & Mercado, Regis Becker, essa diminuição é decorrente da migração dos produtores de feijão para o plantio de soja e milho no Paraná. “Essa migração é efetiva no mercado, uma vez que o cereal e a oleaginosa estão mais valorizados no mercado interno e internacional”, afirma. 

As cotações do feijão também estão valorizadas, mas a cultura é considerada mais arriscada, pois é mais sensível aos problemas climáticos, segundo explica Becker. “Além disso, os produtores de milho e soja conseguem realizar vendas antecipadas, diferentemente dos de feijão que dependem da demanda no momento da comercialização”, acredita o analista.

Devido a esse quadro, a tendência é que os preços do grão permaneçam em um patamar acima do registrado ano passado. O analista ainda sinaliza que os preços devem ficar entre R$ 160,00 e R$ 170,00, e não devem apresentar uma elevação muito expressiva.
Tags:
Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário