Argentina: safra de verão começa com boa umidade

Publicado em 14/10/2016 16:47
45 exibições

Na Argentina, as chuvas que caíram na região dos Pampas apontam um bom início de safra de verão para o milho já plantado e a soja pronta para o plantio. Por outro lado, os cultivos de trigo também apresentam evolução favorável.

As precipitações sobre a região seguem ajudando a acumular reservas de água no solo. Em toda a zona, a umidade do solo tem melhorado em relação ao final de setembro. Os maiores acumulados se deram sobre a zona de General Villegas e General Pinto (noroeste da província de Buenos Aires), com registros entre 84mm e 86mm. O maior acumulado do mês foi na localidade de Chacabuco, com 99mm, graças ao volume de 60mm que caíram na última quarta-feira (12). De acordo com a previsão meteorológica, se esperam chuvas díspares intensas para os próximos dias em toda a região.

Reta final para o milho

Na zona núcleo, quase toda a área destinada ao milho já foi plantada, restando apenas alguns setores mais atrasados no oeste de Córdoba, que depois das chuvas terminarão de fazer o plantio. No sul de Santa Fé ainda ficaram alguns lotes que serão passados para o milho plantado mais tarde e para a soja, já que os produtores não querem se arriscar a passar pela floração na época de maior estresse termohídrico. As áreas semeadas estão desenvolvendo plantas em condições muito boas, sendo que a maioria se encontra no estado V2.

Trigo em boas condições

Se consolidam as boas perspectivas de produção para esta safra de trigo. "A boa reserva de umidade em profundidade, as chuvas das últimas semanas e as aplicações oportunas de fungicidas e, em alguns casos, de inseticidas, sustentam as boas condições de cultivo", apontam os técnicos da Bolsa de Comércio de Rosário. As chuvas chegaram em um momento oportuno para os trigos que estão começando a definir seus prinicipais componentes de rendimento. 60% dos lotes estão espigando e florescendo, 25% passam pelo estágio de encanamento e 15% iniciam a fase de enchimento de grãos.

Contagem regressiva para a soja

A ponto de começar o plantio de soja, seguem as preocupações com a presença de enfermidades, portanto, as tarefas de controle são priordade. O plantio começará por volta da última semana de outubro. Os bons perfis de umidade e as previsões de chuvas permitem dispor de uma melhor oferta de água para o início do plantio.

 

Por: Izadora Pimenta, com informações do Infocampo.com.ar
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário