Hortifruti: Atividades de abastecimento de HF ocorrem em todo o País

Publicado em 03/04/2020 08:30 77 exibições

Todas as atividades da cadeia produtiva de frutas e hortaliças, consideradas essenciais ao abastecimento e à segurança alimentar da população, estão autorizadas a operar normalmente no Brasil, com base em decreto federal editado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) na última quinta-feira, 26. A portaria visa garantir o pleno funcionamento da cadeia produtiva de alimentos, bebidas e insumos agropecuários, mesmo diante das medidas de isolamento social para contenção da pandemia da covid-19 no País.

Neste cenário, colaboradores do Hortifruti/Cepea relatam que as atividades de campo, transporte e comercialização estão mais regulares nos últimos dias (30/03 a 02/04), adotando-se as medidas de prevenção ao coronavírus divulgadas pelo Mapa e pelo Ministério da Saúde. Embora a demanda por hortifrútis esteja relativamente melhor nesta semana, ao contrário da anterior, para outros produtos e em algumas localidades, ainda há menor escoamento. No caso do transporte, também há relatos de desestímulo de caminhoneiros à viagem, devido à falta de carga para fretes de retorno (principalmente do Nordeste para Sul e Sudeste).

CEASAS E FEIRAS LIVRES – Relatório divulgado pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) aponta que o abastecimento nas principais centrais atacadistas do Brasil ocorreu normalmente na última semana (de 22 a 28/03, período do levantamento), embora a demanda tenha recuado na ocasião, devido ao fechamento de bares e restaurantes, importantes compradores do segmento, e das idas menos frequentes de consumidores às compras. Conforme relatos de colaboradores do Hortifruti/Cepea, as atividades continuaram normalmente nesta semana (30/03 a 02/04).

Já a realização de feiras livres, especificamente, tem sido limitada ou até interrompida em algumas localidades brasileiras – até o momento, a ocorrência deste tipo de comercialização não está proibida por decreto federal, desde que os feirantes sigam rigorosamente as medidas de segurança e de prevenção ao coronavírus apresentadas pelo Ministério da Saúde e pelo Mapa. Mesmo assim, conforme relatado à equipe Hortifruti/Cepea nesta semana, as feiras foram suspensas em algumas cidades brasileiras, levando à perda de produtos e preocupando hortifruticultores locais, tendo em vista a importância deste tipo de comercialização para o escoamento da produção. Agentes do setor pedem, portanto, melhor coordenação das regras de comercialização neste segmento.

Tags:
Fonte:
Cepea/Hortifruti

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário