Banana/Cepea: Colheita de nanica ainda é baixa

Publicado em 24/02/2021 13:05 23 exibições

Ao contário do esperado, o ritmo de colheita da banana nanica não aumentou em fevereiro no Vale do Ribeira (SP) e no Norte de Santa Catarina, principais praças produtoras da variedade. Bananicultores consultados pelo Hortifruti/Cepea relataram que as temperaturas mais amenas, principalmente no período da noite, desaceleraram o desenvolvimento dos cachos – que, agora, devem ser colhidos gradualmente em meados de março, abril e maio.

Destaca-se que, enquanto se espera uma boa produção paulista, devido à possibilidade de as chuvas regulares favorecerem a produtividade, ainda pesa sobre a norte catarinense as intempéries do ano passado, sobretudo o ciclone bomba, que derrubou muitos bananais. Assim, o volume colhido deve ser limitado no Norte de SC nos próximos meses, justamente quando, caracteristicamente, deveriam registrar maior oferta – havendo a possibilidade de boa recuperação da quantidade na região apenas no segundo semestre.

PREÇOS – Diante da oferta controlada, os preços da banana nanica de primeira qualidade subiram semana após semana em fevereiro nas regiões produtoras. Porém, esses aumentos não foram suficientes para elevar a média da parcial do mês (1° a 19/02) em todas as praças. No Vale do Ribeira, por exemplo, a variedade de melhor padrão foi vendida na média de R$ 1,73/kg, recuo de 8% em comparação ao mesmo período de janeiro, período em que os preços estavam bastante elevados.

Fonte:
Cepea/Hortifruti

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário