PARANÁ – Baixa demanda de banana prata reflete nos preços pagos aos produtores da fruta

Publicado em 29/11/2021 13:04 38 exibições

A menor procura pela banana prata no mercado não abre espaço para uma recuperação nos preços pagos aos produtores no Paraná, mesmo o produto estando no final da safra. A fruta teve a maior desvalorização no estado entre os produtos pesquisados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Em setembro, a caixa do produto foi comercializada por R$ 30,00 e em outubro o preço caiu para R$ 23,00, retração de 23,8%.

A raiz de mandioca, por sua vez, apresentou valorização de 6%. A média da tonelada do produto no último mês foi de R$ 548,06. Comportamento que segue em novembro. No início do mês os preços pagos aos produtores já atingiam patamares próximos a R$ 632,50. Essa elevação é explicada pela baixa disponibilidade da raiz nas lavouras. A falta de matéria prima impulsionou os derivados da raiz acompanhados pela Conab. Nos supermercados, em outubro, a farinha de mandioca branca e a torrada tiveram aumentos de 21% e 17,5%, respectivamente.

No mês de outubro, ocorreu ainda valorização nos preços pagos aos produtores de mel. As geadas ocorridas nos meses de junho e julho trouxeram efeitos negativos para a atual safra no estado. As árvores silvestres que abastecem as abelhas com flores no período da safra foram atingidas pelo frio excessivo, o que provocou o abortamento de flores, reduzindo a oferta de néctar. Com isso, as abelhas não estão tendo alimentos suficientes e a produção está abaixo do esperado. Diante deste cenário, o mel foi comercializado pelos produtores no mês de outubro ao preço de R $14,65/kg, valorização de 11% em relação ao mês de setembro. Essa baixa oferta deve persistir até o final do ano, mantendo os preços elevados.

Tags:
Fonte:
Conab

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário