Cálculo do preço do cacau no Brasil é tema do 4º card da série “Na Trilha do Cacau”

Publicado em 02/12/2021 11:51 e atualizado em 02/12/2021 12:42 192 exibições
Material é uma continuação do infográfico divulgado na semana anterior, que explica a composição do preço no mercado internacional

Depois de levar ao público informações sobre como o preço do cacau é calculado na Bolsa de Nova York – onde o cacau brasileiro é negociado – o novo episódio da Série “Na Trilha do Cacau” apresenta aos leitores um infográfico com explicações sobre os fatores que influenciam na composição do preço do produto no Brasil. “O mercado brasileiro tem algumas peculiaridades que influenciam no preço da commodity, como tributação, custos com logística e claro, a relação entre a oferta e demanda do produto”, explica a diretora-executiva da Associação Nacional das Indústrias Processadoras de Cacau (AIPC), Anna Paula Losi. O quarto card da série também traz dados sobre as formas que o produtor brasileiro tem para comercializar suas amêndoas, tanto no mercado nacional, quanto no internacional.

Outros temas como o funcionamento do sistema drawback e panorama da produção mundial também são abordados pela série. O especial se encerra com um infográfico sobre as perspectivas para o futuro da produção cacaueira no Brasil. “Na Trilha do Cacau” apresentará de forma sucinta e clara todo esse processo, defendendo inclusive investimentos na produção de amêndoas a fim de fazer com que o País apresente aumento de produtividade e reduza a dependência das importações. As postagens da série estarão disponíveis para download no site da AIPC: www.aipc.com.br/materiais/

48b84922-6b31-4f1d-bb61-ae61d5aad2c2
O preço do cacau no Brasil | Fonte: AIPC

Sobre a série:

A série “Na Trilha do Cacau” é produzida pela Associação Nacional das Indústrias Processadoras de Cacau (AIPC). Com um total de nove cards, os episódios da série são lançados todas as quintas-feiras. O especial conta a trajetória do setor desde a década de 1980, quando o Brasil era um dos maiores produtores de cacau do mundo, até o impacto da vassoura-de-bruxa, que fez com que o País passasse a oscilar entre a sexta e sétima posição no ranking mundial de produção de amêndoa. Traz ainda explicações sobre o funcionamento da cadeia, seus desafios e as perspectivas para o setor.

 

Tags:
Fonte:
AIPC

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário