Inoculante inovador CTS 500® permite plantio de soja em até 60 dias após o tratamento

Publicado em 20/05/2019 10:29 e atualizado em 20/05/2019 18:07
5569 exibições

O produtor brasileiro de soja passa a contar na Safra 2019/20 com uma nova tecnologia, o sistema integrado CTS 500®. Por meio do uso de bactérias selecionadas e adaptadas em meio turfoso, com agentes bioprotetores e compatível com químicos, o CTS 500® permite o pré-tratamento das sementes com até 60 dias e traz excelência na cobertura das sementes devido ao tratamento industrial. O resultado: ganhos na produtividade da lavoura.

"O CTS 500® é um avanço da tecnologia de inoculação, pois permite que o processo seja feito em até 60 dias antes do plantio no campo. Definitivamente, quebramos aquele tabu de que, depois de inocular, precisa plantar a soja o mais rápido possível", afirma Flavio Gentil Bonfante, engenheiro agrônomo M.Sc. e desenvolvedor de mercado e soluções aplicadas para sementes da Bayer.

A soja possui a capacidade de se associar com um grupo de bactérias chamadas de Bradyrhizobium, as quais, em troca de nutrientes, fornecem para a planta nitrogênio que retiram do ar. O nitrogênio é um dos elementos mais requeridos pela planta; cerca de 80 kg desse elemento são necessários para a produção de uma tonelada de grãos. Esse N é, em sua totalidade, fornecido por essa associação com as bactérias, que, por não serem nativas em nosso solo, precisam ser fornecidas. Chamamos esse processo de inoculação. No CTS 500®, a semente vai a campo inoculada e com todo o pacote tecnológico de químicos, já que o produto é compatível com os principais químicos do mercado, incluindo nematicidas e diamidas.

Bayer 1

Nódulos em raízes de soja com utilização do CTS 500®.

Bayer 2 Bayer 3 Bayer 4

Bonfante explica que na Safra 2018/19 diversos talhões em produtores de soja foram plantados com o sistema CTS 500®. A colheita terminou há pouco tempo, e os resultados chamaram a atenção: "Temos pesquisas com 75 locais e, na média, tivemos um incremento de 5% na produtividade. Além disso, estudos com pesquisadores independentes em duas campanhas, 16/17 e 18/19, também apresentaram incrementos de produtividade na casa dos 5% em mais de 60 sítios, o que valida a contribuição do produto para a produção de soja. Esses estudos foram validados por especialistas locais e também do exterior”.

Ao adquirir o sistema CTS 500®, o produtor brasileiro minimiza riscos, tem segurança, praticidade e garantia de eficiência no campo. A semente de soja chega à propriedade 100% tratada de forma industrial, com a quantidade exata de produto e controle de uniformidade. O produtor diminui seus custos com operação e não precisa se preocupar em fazer os trabalhos de tratamento de semente na própria fazenda. “O tratamento industrial é feito semente por semente, indivíduo por indivíduo. Quando se faz por conta própria, muitas vezes, as sementes não apresentam o que chamamos de ‘pintura’, que é a quantidade exata e ideal que cada uma precisa para ser produtiva no campo", explica Bonfante.

O sistema CTS 500® tem sido apresentado nas principais feiras de agronegócio do País e conquistado os produtores. “Estamos quebrando paradigmas. A Bayer mostra que a inoculação de longa vida funciona, e a superfície sólida do CTS 500® garante maior sobrevida das bactérias, possibilitando uma inoculação de alta qualidade”, finaliza Bonfante.

O CTS 500® já está disponível para os produtores brasileiros. Basta entrar em contato com a equipe da Bayer para buscar o revendedor mais próximo.

Bayer 5

Fonte: Bayer

Nenhum comentário