Citros/Cepea: Demanda retraída segue limitando valorização da laranja

Publicado em 18/06/2021 15:01 57 exibições

No mercado de laranjas in natura, mesmo com a maior quantidade de frutas atingindo o estágio de maturação demandado pelo segmento, a oferta não deve crescer com muita força em São Paulo até o fim deste mês. Apesar de este cenário poder sustentar os preços, a demanda retraída continua limitando valorizações intensas.

Além das temperaturas mais baixas, outro fator que tem restringido o escoamento é a qualidade das laranjas disponíveis no mercado in natura (baixo calibre e frutas murchas). Contudo, com a procura ainda intensa por parte das processadoras, a disponibilidade de variedades precoces está reduzida, elevando a demanda pela pera. A média desta semana (14 a 18/06) da laranja pera foi de R$ 31,63/caixa de 40,8 kg, na árvore, queda de 1,3% em relação à do período anterior.

Para a lima ácida tahiti, a menor disponibilidade interna e o alto volume exportado neste mês (a preços mais elevados) continuaram impulsionando os valores da variedade no mercado doméstico. A demanda, por outro lado, recuou, principalmente em decorrência do clima mais frio em São Paulo. Na semana, a tahiti tem média de R$ 23,24/cx de 27 kg, colhida, aumento de 20,7% em relação à da semana passada.

Fonte:
Cepea/Hortifruti

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário