Hortifruti/Cepea: Sem entressafra em 2021, envios de limões e limas são firmes

Publicado em 30/11/2021 12:32 117 exibições

Os números das exportações de limões e limas são surpreendentes em 2021, com embarques próximos de atingir o recorde três meses antes do encerramento do ano. No geral, a demanda externa pela a fruta esteve crescente, e produtores do estado de São Paulo aumentaram o interesse pelo segmento exportador, devido às quedas de preços no mercado doméstico.

Assim, produtores que detinham frutas de qualidade priorizaram o escoamento externo, em busca de maior rentabilidade. E o menor preço da fruta, inclusive, elevou a competitividade internacional do limão brasileiro ao longo de 2021. Em anos normais, por exemplo, as exportações do segundo semestre, período típico de entressafra no estado de São Paulo, são bem inferiores aos volumes que se vem observando atualmente.

Mas, assim como para as outras frutas, os custos de produção, de beneficiamento e logísticos aumentaram de forma intensa. Porém, a elevação do custo do exportador (que compra a fruta do produtor e a revende ao mercado externo) foi amenizada pelo menor preço da fruta nas roças ao longo de todo o ano – a lima ácida tahiti praticamente não teve entressafra em 2021, registrando preços baixos até mesmo no segundo semestre.

Fonte:
Cepea/Hortifruti

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário