Prefeitura de São Paulo lança plataforma para mapear startups de iniciativas tecnológicas verdes

Publicado em 04/08/2020 13:37 70 exibições
Empreendedores poderão propor soluções inovadoras para as maiores problemáticas da cidade e contribuir com o desenvolvimento da maior metrópole do país

O uso de tecnologias verdes é fundamental para garantir a preservação do meio ambiente, e da mesma forma, gerar uma maior produção das empresas com redução de gastos. Estes processos verdes têm sido cada vez mais valorizados e procurados por grandes empresas de todo o mundo. Pensando nisso, a Prefeitura de São Paulo lançou a plataforma de mapeamento de iniciativas verdes da capital. A ação, que faz parte do programa Green Sampa e é operada pela Ade Sampa, agência vinculada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, tem como objetivo fomentar negócios sustentáveis, tecnologias verdes e qualificação profissional, promovendo o desenvolvimento econômico do município.

Funciona assim: na plataforma, o empreendedor cadastra a sua startup e apresenta a solução tecnológica que poderá contribuir com as problemáticas das empresas da cidade de acordo com seu eixo temático. A Ade Sampa irá selecionar 70 dessas soluções, onde as 20 melhores contarão com mentorias individuais, além de participar de eventos com empresas que estão em busca de soluções, criando relações com instituições do setor público e privado. As outras 50 iniciativas mais bem avaliadas receberão um programa de qualificação.

Esses negócios poderão apresentar iniciativas em diversos eixos temáticos como eficiência energética; energia limpa e armazenamento energético; qualidade do ar; indústria limpa e logística reversa; eficiência e cleanweb; qualidade da água e saneamento; ecoagricultura e segurança alimentar; mobilidade urbana e transporte; resíduos sólidos; parques e áreas verdes. Dessa forma, o projeto pode contribuir para tornar a cidade cada vez mais tecnológica e sustentável.

Os critérios de análise da proposta são clareza e completude das respostas; validade da proposta e do modelo de negócio; características inovadoras do negócio; possíveis benefícios gerados para a cidade e para a sociedade; sustentabilidade a longo prazo; alinhamento das necessidades apontadas pela empresa; perfil dos principais gestores e possibilidade de replicação do produto ou serviço em outros centros urbanos, representando sua potencial capilaridade.

As inscrições para o mapeamento podem ser feitas pelo site www.adesampa.com.br/greensampa até 19 de agosto.

Sobre o Green Sampa

Lançado em 2019, o programa tem como objetivo promover o desenvolvimento econômico sustentável por meio de ações voltadas ao empreendedorismo, qualificação e inovação de tecnologias verdes. O programa atua em quatro eixos: mapeamento de atores locais; acompanhamento e desenvolvimento de startups verdes com desafios de problemáticas da cidade; meetups para integração do setor e; qualificação no eixo da sustentabilidade.

A iniciativa é desenvolvida por diversos setores da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, pela Ade Sampa - Agência São Paulo de Desenvolvimento e conta com a parceria da Grant Thornton, uma das maiores empresas de auditoria, tributos, consultoria, transações e BPS, das secretarias municipais do Verde e Meio Ambiente, Relações Internacionais e Subprefeituras, além da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Governo do Estado de São Paulo.

Fonte:
Assessoria de Comunicação

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário