Milho: IGC estima menores estoques de passagem dos EUA em seis anos

Publicado em 26/07/2012 15:44 1074 exibições
Nesta quinta-feira (26), o IGC - Conselho Internacional de Grãos - reduziu sua estimativa para a produção mundial de milho para 864 milhões de toneladas. A redução foi de 53 milhões de toneladas e reflete a baixa produtividade nos Estados Unidos, maior produtor mundial do cereal, na atual safra em função da severa estiagem que castiga o país.

Por conta dessa quebra, o IGC cortou sua projeção para a colheita norte-americana de 350 milhões para 300 milhões de toneladas. Além disso, o conselho afirmou ainda que por conta dessa oferta restrita, os estoques de passagem norte-americanos devem ser os menores em seis anos e a a disponibilidade do grão para exportação vem diminuindo. A demanda pelo cereal, por outro lado, deve ter alta de 1% ao ano. 

Essas perdas por conta das chuvas têm impulsionado uma forte alta dos preços e isso vem desestimulando a compra de milho para ração animal, o que fez com que o IGC também reduzisse suas projeções para o setor. Para uso industrial, o mesmo deve acontecer, já que a produção de etanol será menor. 

Para a safra de soja, o esperado pelo IGC é um volume produzido de 79 milhões de toneladas.
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário