Milho na Semana: Chuvas prejudicam colheita da safrinha no Paraná e Mato Grosso do Sul

Publicado em 28/06/2013 12:59 627 exibições

A colheita do milho safrinha já teve início. De acordo com dados do SAFRAS & Mercado, até o dia de 21 de junho, 2,1% da safra já havia sido colhida no centro-sul do país. Em 2012, nesse mesmo período, o índice era de 0,9%. A área de plantio este ano é de 8,2 milhões de hectares contra 6,9 milhões do ano anterior.

Com o início da colheita, os preços do milho se acomodaram. No entanto, chuvas no Paraná (PR) paralisaram a evolução da colheita, dando suporte aos preços na região Sul. O analista de mercado, Paulo Molinari, afirma que com a especulação sobre a safra norte-americana e o câmbio no Brasil, os preços ficaram voláteis nos portos e o câmbio não contribuiu com negócios para embarques imediatos, contudo o quadro de safrinha é muito bom. A demanda de exportação é maior em agosto e setembro e no mês de julho a colheita já deve pressionar as vendas.

No Paraná, Mato Grosso do Sul (MS) e em grande parte de São Paulo (SP) a previsão é de chuvas fortes e longas para a próxima semana, o que pode, mais uma vez, interromper a colheita da safrinha e prejudicar as lavouras. Com essas chuvas, em algumas áreas do PR e MS, já há sinais de perda de produtividade da safra e a colheita avançou muito pouco esta semana. No PR somente 6% das áreas foram colhidas e no MS o índice é de 7%.

Por outro lado em Mato Grosso (MT), Goiás (GO) e Minas Gerais (MG), não há previsão de chuvas generalizadas, mas com a grande umidade da atmosfera pode vir a ocorrer pancadas de chuvas isoladas, o que deve favorecer o desenvolvimento das lavouras sem prejudicar a colheita.

No Porto de Paranaguá a média de preços em junho foi de R$ 28,28. No Paraná, as cotações ficaram a R$ 23,97. Em Erechim (RS), preço em R$ 27,53/saca. Na Mogiana, em São Paulo, a saca esteve cotada a R$ 24,62. Em Campinas CIF, o preço esteve a R$ 27,10. Em Minas Gerais, a cotação ficou em R$ 24,03. Em Rio Verde (GO), preço a R$ 21,85. Em Sorriso (MT), o preço encerrou a R$ 12,05.

Tags:
Por:
Paula Rocha
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário