Milho rende etanol mais barato que o de cana no MT

Publicado em 05/11/2013 07:25 861 exibições
Usinas de Mato Grosso estão usando o cereal para testar viabilidade e aliviar pressão da oferta, que reduz cotações do grão abaixo dos custos

Mato Grosso segue o exemplo dos Estados Unidos no uso de milho para a produção de etanol com o objetivo de garantir uma demanda extra para o cereal. Duas usinas que produziam combustível com cana-de-açúcar se adaptaram para receber e processar parte do volume excedente da colheita do grão no estado, uma em Campos de Júlio (Oeste) e outra em São José do Rio Claro (Centro-Oeste).

As duas plantas ainda não processam volume capaz de elevar os preços ao produtor, mas neste momento produzem etanol de milho mais barato que o de cana. A diferença do custo é de R$ 0,97 para R$ 0,78, apurou a Expedição Safra Gazeta do Povo. E o preço de mercado do grão está um terço abaixo do valor máximo que as destilarias poderiam pagar neste momento: R$ 18 por saca (60 quilos), cotação comparada a que se pratica no Paraná.

Leia a notícia na íntegra no site da Gazeta do Povo.

Tags:
Fonte:
Gazeta do Povo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário