Milho: USDA pode trazer estoque maior nos EUA e mercado recua na CBOT

Publicado em 10/07/2014 14:45 494 exibições

Depois de operar com leves altas na manhã desta quinta-feira (11), os futuros do milho negociados na Bolsa de Chicago voltaram a trabalhar no lado negativo da tabela. Por volta das 14h20 (horário de Brasília), os vencimentos mais negociados recuavam entre 2,25 e 4,50 pontos. 

Entre as principais posições, duas já operam abaixo dos US$ 4,00 por bushel. O contrato setembro/14 era cotado a US$ 3,87 e o dezembro/14 a US$ 3,93. As cotações recuam, segundo analistas, à espera do boletim que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulga nesta sexta-feira (11). 

O relatório mensal de oferta e demanda poderia trazer, segundo expectativas do mercado, um aumento na produtividade da safra 2014/15 de 174,95 sacas para 176,55 sacas por hectare. Na safra anterior, esse número foi de 168,07 sacas. Já para os estoques finais da nova safra são esperadas 44,02 milhões de toneladas, contra 43,85 milhões estimadas em junho, no último reporte. 

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário