Milho: Mercado em Chicago tem nova sessão de pequenas baixas nesta 5ª feira

Publicado em 26/01/2017 08:16
152 exibições

O mercado internacional do milho acompanha a estabilidade dos vizinhos soja e milho e também trabalha com variações bastante limitadas nesta quinta-feira (26). Do lado negativo da tabela, as cotações perdiam pouco mais de 1 ponto entre as principais posições, com o março/17 cotado a US$ 3,64 e o setembro, a US$ 3,85 por bushel. 

A falta de direção para os preços na Bolsa de Chicago reflete a espera dos traders por algumas definições e com os futuros do cereal ainda se comportando de forma técnica, respeitando seus patamares de suporte e resistência. 

Segundo explica o consultor de mercado Vlamir Brandalizze, da Brandalizze Consulting, os negócios seguem acompanhando a movimentação do novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, já cumprindo algumas promessas de campanha, com o país, por exemplo, fora da Parceria Transpacífico. As políticas sobre os biocombustíveis também estão com seu futuro na berlinda e precisarão ser acompanhadas. 

Enquanto isso, as incertezas trazidas também pela safra da Argentina continuam atraindo alguma atenção. "As notícias da Argentina apontavam que as chuvasdiminuíram de ritmo e agora entraram no Brasil, mesmo assim há parte das lavouras para serem plantadas e cresce o temor entre os
produtores frente ao inverno que poderá vir mais sedo devido ao ano de La Niña e isso pode limitar a área final estimada pela Bolsa de Buenos Aires em 4,9 milhões de hectares", explica o consultor. 

Veja como fechou o mercado nesta quarta-feira:

>> Milho fecha Chicago no positivo e contratos recuperam perdas da terça

Tags:
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário