Milho: Em Chicago, mercado volta a recuar nesta 6ª feira pressionado pela boa safra nos Estados Unidos

Publicado em 14/09/2018 09:41 e atualizado em 14/09/2018 20:49
426 exibições

LOGO nalogo

Na Bolsa de Chicago (CBOT), os futuros do milho voltaram a testar o lado negativo da tabela durante o pregão desta sexta-feira (14), mas permanecem próximos da estabilidade. Às 12h53 (horário de Brasília), os vencimentos da commodity exibiam quedas entre 0,25 e 0,50 pontos. O vencimento dezembro/18 era cotado a US$ 3,50 por bushel e o março/19 operava a US$ 3,62 por bushel.

Mais cedo, as cotações até esboçaram uma reação depois das recentes quedas, porém, voltaram a recuar. "Os contratos futuros de grãos estão tentaram manter uma modesta recuperação nesta manhã, começando a se estabilizar após os relatórios baixistas do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) que pressionaram os preços para novas baixas esta semana", reportou o site internacional Farm Futures.

Essa semana, o departamento elevou a projeção para a safra americana para 376,63 milhões de toneladas, acima do indicado em agosto, de 370,51 milhões de toneladas. E os agricultores americanos já iniciaram a colheita da safra de milho.

"E a capacidade do mercado de absorver a nova oferta depende das exportações, mas as vendas na primeira semana da safra de 2018 foram um pouco decepcionantes", reportou o Farm Futures.

Tags:
Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário