Milho: Com foco na colheita nos EUA e quedas no trigo, mercado mantém movimento negativo nesta 4ª na CBOT

Publicado em 31/10/2018 13:37 e atualizado em 31/10/2018 18:30
146 exibições

LOGO nalogo

Na Bolsa de Chicago (CBOT), os futuros do milho dão continuidade ao movimento negativo ao longo do pregão desta quarta-feira (31). As cotações recuam pelo terceiro dia consecutivo e, por volta das 12h11 (horário de Brasília), exibiam quedas entre 1,50 e 1,75 pontos.

A posição dezembro/18 era cotada a US$ 3,63 por bushel, enquanto o março/19 trabalhava a US$ 3,75 por bushel. O vencimento maio/19 era negociado a US$ 3,83 por bushel e o julho/19 a US$ 3,89 por bushel.

"Ampla oferta segue pressionando o mercado em meio à safra atual da safra americana. Lucros no final do mês, quedas no mercado de trigo também pesam sobre futuros de milho nesta quarta-feira", destacou a Reuters internacional.

Segundo o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), até o último domingo, cerca de 63% da área semeada nesta temporada já havia sido colhida. E as previsões climáticas continuam indicando clima favorável no país.

B3

Enquanto isso, na bolsa brasileira, as principais posições do milho operam em campo positivo nesta quarta-feira. Os vencimentos da commodity exibiam altas entre 0,48% e 1,31%, por volta das 11h26 (horário de Brasília). O contrato novembro/18 era cotado a R$ 35,29 a saca e o janeiro/19 a R$ 36,60 a saca.

As cotações do cereal acompanham a movimentação do dólar. A moeda norte-americana era negociada a R$ 3,72 na venda, com valorização de 0,84%, às 12h14 (horário de Brasília).

"O dólar trabalha em alta ante o real nesta quarta-feira, com a formação da taxa Ptax de final de mês deixando o mercado mais técnico e volátil até o início da tarde, um dia após o Banco Central ter sinalizado que pretende rolar integralmente o vencimento em swap cambial tradicional de dezembro", reportou a agência Reuters.

Tags:
Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário