Milho: À espera de novas informações, mercado volta a operar em campo negativo nesta 2ª feira na CBOT

Publicado em 12/11/2018 13:25 e atualizado em 13/11/2018 05:11
207 exibições

LOGO nalogo

Durante a sessão desta segunda-feira (12), os futuros do milho negociados na Bolsa de Chicago (CBOT) voltaram a testar o lado negativo da tabela. Perto das 12h47 (horário de Brasília), os vencimentos do cereal caíam entre 0,50 e 1,00 pontos. O contrato dezembro/18 trabalhava a US$ 3,69 por bushel e o março/19 a US$ 3,80 por bushel.

"Os futuros do milho aguardam novas direções, com a colheita dos EUA chegando ao final", destacou a Reuters internacional. Até a última semana, cerca de 76% da área plantada nesta temporada já havia sido colhida. O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) atualiza as informações ainda nesta segunda-feira.

Ainda hoje, o departamento reporta seu boletim semanal de embarques, fator que pode influenciar o andamento das negociações no mercado internacional. 

Mercado brasileiro

Na bolsa brasileira, as cotações futuras do milho operam em campo positivo nesse início de semana. Às 12h29 (horário de Brasília), as principais posições da commodity exibiam altas entre 0,16% e 0,82%, com o vencimento novembro/18 a R$ 36,60 a saca e o janeiro/19 a R$ 38,78 a saca.

As cotações acompanham a valorização cambial observada nesta segunda-feira. Perto das 12h06, o dólar subia 0,23%, cotado a R$ 3,7448 na venda. 

"O dólar operava em alta ante o real nesta segunda-feira, monitorando o mercado externo, em meio às preocupações com a saída do Reino Unido da União Europeia e com o orçamento italiano, além do cenário político local", reportou a Reuters.

Tags:
Por: Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário