Milho: Após o Natal, Bolsa de Chicago abre mais tarde e tem expectativa de preços firmes nesta quarta-feira

Publicado em 26/12/2018 12:45 e atualizado em 26/12/2018 17:59
131 exibições

LOGO nalogo

Após o término do feriado de Natal, a Bolsa de Chicago (CBOT) abriu mais tarde nessa quarta-feira (26). Com os mercados paralisados devido as comemorações natalinas e pela paralisação do parcial do governo federal americano, que entra em seu quinto dia e continuará no mínimo até quinta-feira, quando o Senado retomar as atividades.

Nesse cenário, os preços do milho aguardam novos sinais do mercado a partir de dados do USDA que estão atrasados ​​por agora devido à paralisação parcial do governo e atualizações da produção no exterior. As principais cotações registravam desvalorizações entre 0,6 e 1,2 pontos. O vencimento março/19 era cotado a U$ 3,77 e o maio/19 U$ 3,85 por volta das 12h34 (horário de Brasília).

Segundo análise de Bem Potter da Farm Futures, no curto prazo, os preços viram uma tendência de alta, com os futuros de março caindo 1,6% na semana passada e caindo um pouco na segunda-feira. A Comissão Européia elevou significativamente suas estimativas para a produção de milho e os mercados de milho no exterior mostram preços mais firmes na quarta-feira, com os futuros de janeiro na China subindo cerca de 4 centavos.

B3

Já a bolsa brasileira apresenta valores estáveis nos futuros do milho. As principais cotações apresentavam valorizações entre 0,08 e 0,35% por volta das 12h30 (horário de Brasília). O vencimento janeiro/19 era cotado a R$ 39,76 e o março/19 valia R$ 39,77.

Confira como fechou o mercado do milho na última sexta-feira:

Milho: Bolsa de Chicago mantem viés de alta e encerra sexta-feira com valorização

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário