Cotações do milho em Chicago buscam recuperação após grandes quedas da semana passada

Publicado em 01/04/2019 09:38 e atualizado em 01/04/2019 12:05
218 exibições

LOGO nalogo

A semana começa com os preços internacionais do milho futuro tentando se recuperar das grandes quedas da semana passada na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam valorizações entre 2 e 2,75 pontos por volta das 09h17 (horário de Brasília).

O vencimento maio/19 era cotado a US$ 3,59, o julho/19 valia US$ 3,68 e o setembro/19 era negociado por US$ 3,77.

Segundo análise de Bryce Knorr da Farm Futures, o milho tenta subir as cotações após apresentar a maior baixa dos últimos três anos na última sexta-feira após o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) apresentar números com aumento dos estoques de milho americano e expectativa de mais área plantada para a próxima safra.

“Embora o USDA tenha feito sua pesquisa antes das enchentes de março, que provavelmente cortarão as plantações finais, a estimativa de estoques mais alta pode significar um carregamento de 2 bilhões de bushels ou mais quando o governo atualizar sua previsão na próxima semana”, diz Knorr.

Conforme informações da Agência Reuters, o USDA apontou o fornecimento de milho, a partir de 1 de março, como o terceiro maior já registrado. O departamento também disse que os agricultores planejavam aumentar suas plantações de milho, mas as inundações severas no meio-oeste dos EUA ainda podem reduzir a área final.

Confira como fechou o mercado na última sexta-feira:

>> Dados do USDA derrubam cotações do milho em Chicago nessa sexta-feira

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário