Milho segue ganhando força em Chicago nessa segunda-feira

Publicado em 01/04/2019 12:03 e atualizado em 01/04/2019 17:23
267 exibições

LOGO nalogo

As cotações do milho futuro seguem ampliando seus ganhos na Bolsa de Chicago (CBOT) com o avançar da segunda-feira (01). Os principais medidores apontavam valorizações entre 3,50 e 4,50 pontos por volta das 11h38 (horário de Brasília).

O vencimento maio/19 era cotado a US$ 3,61, o julho/19 valia US$ 3,70 e o setembro/19 era negociado por US$ 3,79.

Segundo Tony Dreibus, analista da Sussccesful Farming, o milho obteve ganhos após negociações no início dessa segunda-feira. Investidores em busca de uma barganha se tornaram compradores da noite para o dia, em parte por otimismo de que os Estados Unidos e a China poderão finalizar um acordo sobre o fim da guerra comercial após meses de negociações.

O vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, está em Washington para continuar as negociações nesta semana, depois que uma delegação dos EUA que incluiu o representante de Comércio Robert Lighthizer na semana passada foi a Pequim.

O site Barchart ainda aponta que, o aumento de estoque de milho americano divulgado pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) na última sexta-feira, inclui uma porção de grãos que pode ter sido distribua com as enchentes do meio-oeste dos EUA no mês passado.

B3

Já a bolsa brasileira apresenta movimento oposto nessa segunda-feira com leves desvalorizações. As principais cotações registravam quedas entre 0,14% e 1,03% por volta das 11h59 (horário de Brasília). O vencimento maio/19 era cotado a R$ 36,10, o julho/19 valia R$ 33,55 e o setembro/19 era negociado por R$ 34,14.

De acordo com a Radar Investimentos, o último relatório do USDA pesou sobre as cotações dos futuros do milho também aqui no Brasil, e deixou o mercado físico com negócios mais calmos.

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário