Incertezas com clima e negociações deixam cotações do milho em Chicago mais baixas nessa terça-feira

Publicado em 16/04/2019 17:10 e atualizado em 17/04/2019 09:32
275 exibições

LOGO nalogo

A terça-feira (16) chega ao final com pequenas quedas nos preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registraram desvalorizações entre 3,25 e 3,75 pontos.

O vencimento maio/19 foi cotado à US$ 3,59, o julho/19 valeu US$ 3,67 e o setembro/19 foi negociado por US$ 3,76.

Segundo análise de Ben Potter da Farm Futures, os preços do milho caíram cerca de 1% na terça-feira em uma rodada de vendas técnicas, que mais do que apagou os pequenos ganhos captados ontem.

“Os comerciantes ficaram impacientes com os novos detalhes sobre as negociações comerciais entre Estados Unidos e China”, diz.

Outro fator que segue influenciando no mercado é a incerteza quanto ao plantio da nova safra americana. Nesta segunda-feira o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) estimou que 2% da safra de milho americana já havia sido semeada até o último domingo (14).

Esse índice fica menor do que a média dos últimos 5 anos, que aponta 5% de plantio nessa época do ano. De acordo com analistas da ARC Mercosul, “apesar do ritmo semanal se mostrar atrás da media multianual, ainda é muito prematuro a preocupação com o progresso no plantio latente. Entretanto, problemas climáticos continuam impedindo o avanço dos trabalhos de campo”.

Mercado Interno

Já no mercado interno, os preços do milho disponível permaneceram sem movimentações em sua maioria. Em levantamento realizado pela equipe do Notícias Agrícolas, as desvalorizações apareceram somente nas praças de Dourados/MS (1,64% e preço de R$ 30,00), Ponte Grossa/PR (4,41% e preço de R$ 32,50) e Sorriso/MT balcão (5,26% e preço de R$ 18,00).

Não foram percebidas valorizações nessa terça-feira.

A Radar Investimentos aponta que o mercado está atento à movimentação dos caminhoneiros e a incerteza política que cresceu nos últimos dias. Isto pode deixar a dinâmica do mercado físico relativamente mais travada.

Confira como ficarama s cotações nessa terça-feira:

>> MILHO

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário