Racionamento no mercado ajuda a elevar cotações do milho em Chicago nesta sexta-feira

Publicado em 14/06/2019 12:15 e atualizado em 14/06/2019 17:05
559 exibições

LOGO nalogo

As altas seguem presentes para os preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT) ao longo desta sexta-feira (14). As principais cotações registravam valorizações entre 3,00 e 10,50 pontos por volta das 12h05 (horário de Brasília).

O vencimento julho/19 era cotado à US$ 4,52, o setembro/19 valia US$ 4,55 e o dezembro/19 era negociado por US$ 4,60.

Segundo análise da Farm Futures, os preços do milho aumentaram nos novos contratos e também nos mais antigos durante a manhã.

“Os preços mais altos e perguntas sobre suprimentos já estão provocando algum racionamento no mercado de exportação que apareceu nos números de vendas da semana passada. O total de novas encomendas de grãos chegou a 10,3 milhões de bushels, embora o USDA tenha anunciado separadamente a venda de mais 7 milhões de bushels de 2019 para o México, de acordo com o sistema de relatórios diários da agência para grandes compras”, comenta a publicação.

Enquanto isso, continuam as lutas no sistema fluvial, com as últimas previsões mostrando que os níveis de água em St. Louis não caem abaixo da meta para reabrir o porto até 20 de junho. Nada está se movendo no norte para Davenport, enviando compradores para áreas que ainda estão aberto.

Mais tempestades estão se movendo através das planícies e do meio-oeste americano hoje e trarão totais pesados ​​na próxima semana, desde as planícies do sudeste até o centro-oeste do leste. As previsões oficiais de 6 a 10 e de 8 a 14 dias ontem e as últimas atualizações do modelo ensemble nesta manhã mostram temperaturas mais quentes emergindo no sudoeste com precipitação abaixo da média no sudoeste, mas o resto da região em crescimento parece fresco e úmido.

B3

A bolsa brasileira também opera no campo positivo, mas apresenta leves altas nesta sexta-feira. As principais cotações registravam valorizações entre 0,02% e 0,84% por volta das 11h21 (horário de Brasília).

O vencimento julho/19 era cotado à R$ 38,60, o setembro/19 valia R$ 39,40 e o novembro/19 era negociado por R$ 40,60.

De acordo com a Radar Investimentos, o mercado físico do milho teve uma rodada de ajuste nas cotações durante esta semana, com os vendedores mais ausentes e com cautela em relação à situação dos Estados Unidos.

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário