Milho segue desvalorizado na Bolsa de Chicago em rodada de reajuste de ganhos

Publicado em 19/06/2019 12:25 e atualizado em 19/06/2019 17:01
355 exibições

LOGO nalogo

A desvalorização segue presente na Bolsa de Chicago (CBOT) para os preços internacionais do milho futuro nesta quarta-feira (19). As principais cotações registravam quedas entre 2,75 e 5,50 pontos por volta das 12h14 (horário de Brasília).

O vencimento julho/19 era cotado à US$ 4,47, o setembro/19 valia US$ 4,51 e o dezembro/19 era negociado por US$ 4,58.

Segundo informações da Agência Reuters, as quedas do milho permanecem após as baixas de terça-feira, a primeira em cinco dias, com os comerciantes ajustando os lucros após o mercado atingir as maiores altas dos últimos cinco anos.

Além disso, o clima americano segue chamando a atenção. De acordo com o Serviço Nacional de Meteorologia, a metade sul de Illinois, Indiana, e praticamente todo o Ohio terão mais enxurradas nesta quarta-feira.

“A área foi atingida por chuvas durante a maior parte dos últimos dois meses, já que mais de seis vezes a quantidade normal de precipitação caiu, segundo dados da NWS. A chuva agora está apenas fugindo devido ao solo já encharcado na área”, pontua Tony Dreibus, analista da Successful Farming.

B3

A mesma tendência é observada na bolsa brasileira com o milho se desvalorizando nesta quarta-feira. As principais cotações registraram quedas entre 1,30% e 1,90% por volta das 12h01 (horário de Brasília).

O vencimento julho/19 era cotado à R$ 37,90, o setembro/19 valia R$ 38,15 e o novembro/19 era negociado por R$ 39,80.

Para a Agrifatto Consultoria, os contratos futuros passam agora por correções técnicas, com o milho em Chicago caindo enquanto o cereal na B3 também recua.

“Após as sucessivas altas em bolsa, e na ausência de informações que impulsionassem novas rodadas de altas, as indicações passam por ajustes e devolvem os ganhos recentes”, destacam os analistas.

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário