Milho: Mercado interno registra poucas movimentações em dia de feriado americano

Publicado em 04/07/2019 16:47 e atualizado em 05/07/2019 09:42
292 exibições

LOGO nalogo

A Bolsa de Chicago (CBOT) permaneceu fechada durante está quinta-feira (04) em função da comemoração do Dia da Independência Americana. Sendo assim, os mercados internacionais não tiverem movimentações e isso refletiu também nos preços para o mercado interno do cereal.

Em levantamento realizado pela equipe do Notícias Agrícolas, as cotações permanecendo sem movimentações em sua maioria. As únicas praças que apresentaram desvalorizações foram Tangará da Serra/MT (4,00% e preço de R$ 24,00) e Campo Novo do Parecis/MT (4,17% e preço de R$ 23,00).

Já as valorizações apareceram apenas em Campinas/SP (1,32% e preço de R$ 38,42), Assis/SP (1,56% e preço de R$ 32,50), Cascavel/PR (1,75% e preço de R$ 29,00), Jataí/GO (3,70% e preço de R$ 28,00) e Rio Verde/GO (3,70% e preço de R$ 28,00).

A Agrifatto Consultoria aponta que, as negociações nos portos brasileiros se mantêm calmas nesta semana, sem pressa para novos negócios, pois os vendedores esperam cotações melhores com a revisão do relatório USDA sobre a estimativa de área plantada de milho nos Estados Unidos, que será publicado na próxima semana.

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, a analista de mercado da Céleres Consultoria, Daniely Santos disse que a tendência de alta nas cotações internas deve se manter presente, uma vez que as exportações brasileiras devem aumentar nesse ano na esteira dos problemas com a safra americana.

Para o consultor da INTL FCStone, Étore Baroni, esses bons preços para a venda do milho estão garantindo um bom rendimento ao produtor brasileiro, que vai aproveitando os melhores momentos de negociações.

“O produtor veio aproveitando para fechar as vendas na medida em que os preços foram subindo. Claro que uns aproveitaram mais do que os outros, mas no geral as vendas foram realizadas parcialmente, de acordo com a movimentação do mercado, e o rendimento nesta safra deve ser excelente com os preços ainda permanecendo altos com novas boas oportunidades até o final do ano”, afirma Baroni.

Confira como ficaram as cotações nesta quinta-feira:

>> MILHO

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário