Milho: Mercado encerra sessão desta 6ª feira com fortes valorizações na Bolsa de Chicago

Publicado em 12/07/2019 17:16 e atualizado em 15/07/2019 09:35
1140 exibições

LOGO nalogo

Na Bolsa de Chicago (CBOT), as referências futuras para o milho finalizaram a sessão desta sexta (12) do lado positivo da tabela. As principais posições da commodity encerram o pregão com ganhos entre 1,25 e 10,00 pontos. O vencimento julho/19 era cotado a US$ 4,49 por bushel, enquanto o setembro/19 trabalhava a US$ 4,54 por bushel.

De acordo com as informações da Reuters Internacional, o mercado futuro de milho norte-americano superou a alta de três semanas nesta sexta-feira e a soja avançou na medida em que as previsões de temperaturas mais seca aumentaram as preocupações sobre possíveis danos às plantações. 

“Traders focaram nas preocupações com as condições climáticas quentes após as fortes chuvas e inundações terem causado atrasos  no plantio de milho. As rupturas de plantio deixaram algumas lavouras de milho com sistemas radiculares superficiais que tornam a cultura mais vulnerável a danos causados ​​por condições climáticas desfavoráveis”, reforçou a Reuters Internacional. 

Nesta sexta-feira, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) informou uma nova venda de milho para o Panamá de 104,1 mil toneladas. O volume é da safra 2019/20. 

Mercado Interno

As cotações do mercado físico brasileiro registraram valorizações pontuais em algumas praças pesquisadas. Segundo o  levantamento realizado pela equipe do Notícias Agrícolas, na região de Tangará da Serra/MT registraram uma valorização de 4,17% e terminou o dia cotado a R$ 25,00 a saca. 

Em Campo Novo do Parecis/MT, o ganho foi de 4,33%, com a saca de milho a R$ 24,00. Na região de Ubiratã/PR, a alta foi de 1,75%, com a saca a R$ 29,00 e Londrina/PR, a valorização foi de 1,75% com a saca a R$ 29,00.

Em seu boletim diário, a consultoria Agrifatto divulgou que os preços no mercado físico brasileiro pouco oscilaram, e ainda existe pouco interesse de venda do cereal. Em Nova Mutum-MT, vendedores buscam entregar o cereal com preço entre R$ 25 e R$ 28,00/sc sob entrega imediata e pagamento em 30 dias.

Dólar

A moeda norte-americana encerrou a sessão desta quinta-feira com alta de 0,33%, negociado a R$ 3,7393 na venda. "O dólar fechou em queda ante o real nesta sexta-feira, no menor nível em cinco meses, com o mercado atento à definição sobre o cronograma de votação da proposta de reforma da Previdência na Câmara dos Deputados", reforçou a Reuters.

Tags:
Por: Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário