Milho: Bolsa de Chicago opera em baixa nesta quarta-feira

Publicado em 04/09/2019 12:15 e atualizado em 04/09/2019 17:13
174 exibições
Melhora nas lavouras e baixa exportação pressionam as cotações

LOGO nalogo

Os preços internacionais do milho futuro perderam força ao longo desta quarta-feira (04) e registram desvalorizações na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações operavam com quedas entre 3,00 e 4,25 pontos por volta das 12h02 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/19 valia US$ 3,45 com queda de 4,25 pontos, o dezembro/19 era cotado à US$ 3,57 com desvalorização de 3,25 pontos, o março/20 era negociado por US$ 3,71 com baixa de 3,25 pontos e o maio/20 tinha valor de US$ 3,79 com perda de 3 pontos.

Segundo informações da Agência Reuters, as classificações das culturas e o bom tempo para o desenvolvimento no Centro-Oeste dos Estados Unidos limitam as oportunidades de compra, à medida que a colheita se aproxima da maturidade.

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou na terça-feira à tarde que a safra de milho dos EUA foi classificada como 58% boa a excelente, um aumento de 1 ponto percentual em relação à semana anterior e de acordo com as expectativas comerciais.

Além disso, o USDA também apontou que as inspeções de milho foram fracas em 355.411 toneladas, abaixo das 646.439 toneladas na semana anterior e menos de um terço das 1,34 milhão de toneladas inspecionadas durante o mesmo período de 2018.

B3

A bolsa brasileira também registra desvalorizações nesta quarta-feira. As principais cotações operavam com quedas entre 0,40% e 0,65% por volta das 12h11 (horário de Brasília).

O vencimento setembro/19 era cotado à R$ 37,00 com queda de 0,64%, o novembro/19 valia R$ 38,05 com desvalorização de 0,65% e o janeiro/20 era negociado por R$ 39,69 com baixa de 0,40%.

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário