Cotações do milho passam a operar com desvalorizações nesta 3ª feira na Bolsa de Chicago

Publicado em 05/11/2019 12:17 e atualizado em 05/11/2019 17:19
281 exibições

LOGO nalogo

As cotações do milho estão trabalhando com perdas na Bolsa de Chicago (CBOT) na tarde desta terça-feira (05). Por volta das 12h05 (Horário de Brasília), os principais vencimentos operam com quedas de 1,75 a 2,50 pontos. O contrato Dezembro/19 operava a US$ 3,81 por bushel,  o Março/20 estava cotado a US$ 3,91 por bushel e o maio/20 trabalhava a US$ 3,98 por bushel.  

Segundo as informações da Farm Futures, os  futuros dos grãos está praticamente estável para um pouco mais alto nesta manhã, tentando se estabilizar nos relatórios de produção, oferta e demanda de sexta-feira do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). 

“Os preços do milho estão tentando manter uma recuperação modesta nesta manhã, depois de lutar contra a tendência de baixa da semana passada. A expectativa é queo relatório do USDA de sexta-feira, divulgue um corte modesto na produção e no estoque final.”, informou Bryce Knorr. 

Mercado interno

Na Bolsa Brasileira (B3), as cotações futuras para o cereal operam com valorizações nos principais contratos. Por volta das 12h13 (Horário de Brasília), o vencimento novembro/19 era cotado à R$ 42,22 a saca, com alta de 0,52%, enquanto, o janeiro/20 operava a R$ 43,62 com ganho de 0,51%. 

De acordo com a Consultoria Agrifatto, a expectativa é que este cenário de mercado físico travado ainda continue no curto prazo, especialmente com a ponta compradora mostrando menor necessidade de originação neste momento.

Tags:
Por: Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário