HOME VÍDEOS NOTÍCIAS CARDS METEOROLOGIA FOTOS COMENTÁRIOS

Milho abre a sexta-feira acumulando queda de 3% na semana em Chicago

Publicado em 08/11/2019 09:19 e atualizado em 08/11/2019 12:14
138 exibições
USDA deve atualizar números de produção, oferta e demanda ainda hoje

LOGO nalogo

A sexta-feira (08) começa com leves baixas para os preços internacionais do milho futuro na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam perdas entre 0,75 e 1,25 pontos por volta das 08h58 (horário de Brasília).

O vencimento dezembro/19 era cotado à US$ 3,74 com queda de 1 ponto, o março/20 valia US$ 3,83 com perda de 0,75 pontos, o maio/20 era negociado por US$ 3,90 com baixa de 1 ponto e o julho/20 era negociado por US$ 3,96 com desvalorização de 1,25 pontos.

Segundo informações da Agência Reuters, os contratos futuros de milho mais ativos já acumulam queda de mais de 3% na semana, a maior perda semanal desde 6 de setembro.

Na última quinta-feira, o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) reportou que as vendas semanais de milho somaram 487,9 milhões de toneladas, ficando assim abaixo do esperado, já que as projeções eram de 600 mil a 1,2 milhão de toneladas.

Já nesta sexta-feira, o USDA divulgará suas últimas estimativas de produção e oferta e demanda na sexta-feira e muitos esperam que a agência reduza novamente a demanda de exportação em suas projeções e aumente os estoques finais. “Prevê-se que a produção e os rendimentos sejam mais baixos”, diz o analista de mercado da Price Futures Group, Jack Scoville.

Relembre como fechou o mercado na última quinta-feira:

>> Milho se desvaloriza em Chicago nesta quinta-feira com números fracos para a exportação

Tags:
Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário