Preço do milho sobe em Goiás e produtores acreditam que patamar máximo ainda não foi alcançado, diz Ifag

Publicado em 20/01/2021 15:22 227 exibições

LOGO nalogo

O Ifag (Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás) divulgou seu Boletim Semanal de Mercado do Milho apontando que os preços do milho no estado se valorizaram na segunda semana de janeiro.

A saca do cereal goiano encerrou a sexta-feira (15) valendo, em média, R$ 71,50 com elevação de 2,88% com relação à semana anterior. Em Rio Verde, por exemplo, a saca foi de R$ 70,00 para R$ 72,00.

“As negociações, no entato, seguem paradas. Com incertezas frente o quanto irão colher e com um percentual elevado negociado antecipadamente, os produtores evitam fechar novos negócios. No momento o norte do mercado é feito com base nas especulações sobre os preços, muitos acreditam que este ainda não alcançou um patamar máximo, frente todo o contexto do mercado internacional”, diz o Ifag.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário