HOME VÍDEOS NOTÍCIAS DADOS DA SAFRA METEOROLOGIA FOTOS

Com plantio do milho bem atrás da média, MS espera avanço das atividades na próxima semana

Publicado em 25/02/2021 11:56 110 exibições

LOGO nalogo

A Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária do Mato Grosso do Sul) divulgou seu Boletim Semanal da Casa Rural seguindo o acompanhamento da safra e da comercialização da produção de milho no estado.

De acordo com o levantamento, o plantio da segunda safra de milho avançou para 8,9% do total no a última sexta-feira (19). A porcentagem de área semeada na safra 2020/2021, encontra-se inferior a média das últimas 5 safras que é de 34,1%.

“O plantio tende evoluir esta semana, devido as condições climáticas estarem favoráveis para realizar a operação. Próxima semana a expectativa é de chuva para o estado.”, relata a Famasul.

A publicação estima ainda que, deverá haver um aumento de área plantada de aproximadamente 5,70%, passando de 1,895 milhão (2ª safra 2019/2020) para 2,003 milhões de hectares na 2ª safra 2020/2021.

“A alta demanda por grãos pode impulsionar o aumento da área plantada no estado. Por outro lado, o excesso de chuva pode retardar a colheita da soja e afetar o andamento da semeadura do milho. O produtor rural deve estar atento as condições climáticas de modo a consegui efetuar o plantio do milho na ‘janela ideal de semeadura’, que vai de fevereiro a 10 de março”.

Enquanto isso, o preço da saca do milho no Mato Grosso do Sul ficou estável entre 12 a 19 de Fevereiro de 2020. O cereal encerrou o período negociado a R$ 72,63

“As cotações do milho no mercado interno seguem estáveis. Quanto ao preço médio do mês de fevereiro cotado a R$ 72,63, no comparativo com fevereiro do ano passado, houve avanço nominal de 75,00%, quando o cereal havia sido cotado, em média, a R$ 41,50/sc”, aponta a Famasul.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário