Publicidade

Milho: sexta-feira começa com cotações recuando nas Bolsas

Publicado em 30/07/2021 09:50 416 exibições
B3 e CBOT largaram o último dia da semana com desvalorizações para os futuros do cereal

Logotipo Notícias Agrícolas

A trajetória de queda dos preços futuros do milho continua presente na Bolsa Brasileira (B3) no começo desta sexta-feira (30). 

O vencimento setembro/21 era cotado à R$ 99,70 com perda de 0,40%, o novembro/21 valia R$ 100,05 com queda de 0,35%, o janeiro/22 era negociado por R$ 100,70 com baixa de 0,67% e o março/22 tinha valor de R$ 100,20 com desvalorização de 1,15%.

Para o analista de mercado da Brandalizze Consulting, Vlamir Brandalizze, a pressão de vendas segue aumentando para os produtores, que começam a aparecer mais para vender milho da safrinha enquanto os trabalhos de colheita avançam.

Brandalizze aponta que 50% das lavouras do Brasil já foram colhidas com o Mato Grosso chegando aos 80% e São Paulo e Paraná começando a ganhar ritmo, mostrando potencial maior do que se esperava nessas primeiras lavouras. Mas destaca que, aquelas que foram afetadas pela seca e geada entram em colheita após 10 de agosto e é preciso aguardar para verificar as produtividades.

Mercado Externo

Já a Bolsa de Chicago (CBOT) reverteu os ganhos dos últimos dias e passou a cair nesta sexta-feira para os preços internacionais do milho futuro.

Publicidade

O vencimento setembro/21 era cotado à US$ 5,53 com baixa de 4,75 pontos, o dezembro/21 valia US$ 5,50 com desvalorização de 6,00 pontos, o março/22 era negociado por US$ 5,58 com perda de 6,00 pontos e o maio/22 tinha valor de US$ 5,62 com queda de 6,00 pontos.

Segundo informações do site internacional Successful Farming, os grãos caíram no comércio noturno, já que um pouco de chuva é esperada em partes de Dakota do Sul e Nebraska para hoje e amanhã, aliviando um pouco do clima extremamente quente que a região tem visto esta semana.

“A precipitação é esperada hoje em ambos os estados depois que os índices de calor durante toda a semana estiveram bem na casa dos três dígitos”, aponta o analista Tony Dreibus.

“A chuva também está prevista em partes do leste de Nebraska, sudoeste de Iowa e partes do Missouri, principalmente neste fim de semana, antes de dar lugar ao tempo seco durante grande parte da próxima semana”, disse o Commodity Weather Group em um relatório.

Relembre como fechou o mercado na última quinta-feira:

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário