HOME VÍDEOS NOTÍCIAS METEOROLOGIA FOTOS

Colheita do milho avança no RS com grãos mais secos e maiores perdas se concentram nas regiões Norte, Centro e Oeste, aponta Emater

Publicado em 20/01/2022 17:12 867 exibições
Parte dos produtores gaúchos optou por não colher grãos em função do custo de operação e baixa qualidade do produto

Logotipo Notícias Agrícolas

A colheita do milho verão 2021/22 já chegou aos 27% do total semeado no Rio Grande do Sul, conforme aponta o último Informativo Conjuntural da Emater/RS divulgado nesta quinta-feira (25).

Este índice avança 7 pontos percentuais com relação ao registrado na semana anterior e fica a frente dos 18% registrados no mesmo período da safra passada e dos 18% da média estadual para as últimas cinco safras.

“A condição de tempo seco acelerou o processo de maturação e secagem dos grãos, fazendo avançar o percentual da área colhida para 27% na média estadual”, explica a publicação.

Das lavouras ainda em campo, 25% estão em fase de maturação, 26% em enchimento de grãos, 8% em floração e 14% seguem em germinação ou descanso vegetativo.

Os técnicos da Emater ainda apontam que os resultados obtidos até aqui são variáveis, dependendo do sistema de cultivo, irrigado ou sequeiro, e da maior ou menor incidência da estiagem durante o ciclo da cultura. 

“Os menores rendimentos são obtidos em lavouras não irrigadas cultivadas ao Norte, no Centro e no Oeste do estado. Parte dos produtores optou por não colher grãos, em função do custo da operação e da baixa qualidade do produto obtido: poucas espigas malformadas e grãos com tamanho reduzido. Essas lavouras são destinadas ou à confecção de silagem de planta inteira ou ao pastejo direto”.

Já do lado do mercado, o preço da saca do cereal gaúcho subiu 2,25% ao longo da última semana e encerrou o período valendo R$ 94,40.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário