CEO da Moderna duvida sobre eficácia de vacinas contra nova variante e petróleo cai mais de 2%

Publicado em 30/11/2021 09:02 e atualizado em 30/11/2021 09:41 257 exibições
Mercado também espera por fala do presidente do Fed, Jerome Powell, ao final do dia, sobre recuperação econômica

Logotipo Notícias Agrícolas

Os preços do petróleo recuavam mais de 2% nas bolsas internacionais nesta manhã de terça-feira (30) depois que o CEO da Moderna declarou que tem dúvidas sobre a eficácia das vacinas da Covid-19 contra a nova variante do coronavírus, a ômicron.

Por volta das 08h51 (horário de Brasília), o petróleo WTI caía 2,84%, cotado a US$ 67,97 o barril. Já óleo do tipo Brent tinha perda de 2,73%, valendo US$ 71,22 o barril.

O relato, segundo a agência de notícias Reuters, assustou os mercados financeiros, elevando as preocupações com a demanda por petróleo.

"O chefe da farmacêutica Moderna disse ao Financial Times que as vacinas da Covid-19 provavelmente não serão tão eficazes contra a variante ômicron do coronavírus quanto foram contra a variante Delta", destacou a agência.

Além disso, o presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA), Jerome Powell, também dirá aos legisladores no final do dia que a variante pode colocar em risco a recuperação econômica, apontam fontes.

"O impacto econômico é impulsionado pelo medo e pela resposta política... O medo está afetando as viagens. Existem proibições definitivas. Mas também o medo de ficar preso, que faz com que os planos de viagem sejam alterados", disse Paul Donovan, da UBS, em uma nota.

Em relação à oferta do óleo, crescem as expectativas de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo, a Rússia e seus aliados (Opep+) suspenda os planos de adicionar 400 mil barris por dia (bpd) ao fornecimento em janeiro.

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário