China discretamente aumenta compras de petróleo russo de baixo preço

Publicado em 20/05/2022 17:36

Logotipo Reuters

Por Chen Aizhu e Florence Tan

CINGAPURA (Reuters) - A China está discretamente aumentando as compras de petróleo da Rússia a preços baixos, de acordo com dados de embarque e comerciantes que conversaram com a Reuters, preenchendo o vácuo deixado por compradores ocidentais que se afastam dos negócios com russos após a invasão da Ucrânia em fevereiro.

O movimento do maior importador de petróleo do mundo ocorre um mês depois de ter, inicialmente, cortado os suprimentos russos, por medo de parecer apoiar abertamente Moscou e potencialmente expor suas gigantes petrolíferas estatais a sanções.

As importações marítimas de petróleo russo da China saltarão para um quase recorde de 1,1 milhão de barris por dia (bpd) em maio, acima dos 750 mil bpd no primeiro trimestre e 800 mil bpd em 2021, de acordo com uma estimativa da Vortexa Analytics.

A Unipec, braço comercial da maior refinaria da Ásia Sinopec Corp , está liderando as compras, juntamente com a Zhenhua Oil, uma unidade do conglomerado de defesa da China Norinco, de acordo com dados de navegação, um relatório de um corretor de navios visto pela Reuters e cinco comerciantes.

A Livna Shipping Ltd, uma empresa registrada em Hong Kong, também emergiu recentemente como uma grande embarcadora de petróleo russo para a China, disseram os traders.

A Sinopec recusou-se a comentar. Zhenhua e Livna não responderam aos pedidos de comentários.

Os Estados Unidos, o Reino Unido e alguns outros importantes compradores de petróleo proibiram as importações de petróleo russo logo após a invasão. A União Europeia está finalizando uma nova rodada de sanções, incluindo a proibição de compras de petróleo russo. Muitas refinarias europeias já pararam de comprar da Rússia por medo de entrar em conflito com sanções ou atrair publicidade negativa.

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário