Justiça Federal manda agricultores familiares desocuparem prédio do Incra em Brasília

Publicado em 18/07/2013 17:39 482 exibições

A Justiça Federal notificou hoje (18), por volta das 12h30, representantes da Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar do Distrito Federal e Entorno (Fetraf-DFE) para que desocupem o prédio do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). A liminar deu aos manifestantes duas horas para deixar o prédio. Após esse prazo, será aplicada multa de R$ 5 mil por hora de atraso. Os agricultores chegaram ao prédio na madrugada de ontem (17) e passaram a noite lá.

Um oficial de Justiça leu para os integrantes da Fetraf-DFE, em um microfone, a notificação. Em seguida, um dos representantes da federação, George Almeida Xavier, disse que os manifestantes vão permanecer no prédio, já que as reivindicações ainda não foram atendidas. O grupo decidiu realizar assembleia às 17h para definir os rumos da mobilização.

Segundo o coordenador da Fetraf-DFE, Francisco Lucena, um representante da Fetraf nacional mantém contato com o Incra. “Estamos analisando e negociando. Não vamos nos desmobilizar sem nenhuma conquista. Faremos uma assembleia às 17h, mas, até lá, não vamos sair do prédio ”, afirmou.

A assessoria de imprensa do Incra informou que a direção do órgão mantém a posição de receber representantes da federação para uma reunião e discutir a pauta de reivindicações apenas depois da desocupação do prédio.

Uma das reivindicações do grupo é a liberação de recursos para o assentamento de 3 mil famílias no Distrito Federal e para assistência técnica e infraestrutura aos assentados.

O pedido de desocupação da sede do Incra foi encaminhado à Justiça Federal pela Advocacia-Geral da União (AGU).

Fonte:
Agência Brasil

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

1 comentário

  • Hilário Casonatto Lucas do Rio Verde - MT

    VAI MULTAR OS INDIOS OU A FUNAI TAMBEM POR INVADIREM PROPRIEDADES RURAIS

    0