China vai reduzir restrição a filho único, diz mídia estatal

Publicado em 15/11/2013 10:47 488 exibições
Se pai ou mãe for filho único, casal poderá ter dois filhos. Sistema de 'reeducação através do trabalho' também será abolido.

O governo da China vai relaxar sua política de filho único iniciada em 1979, anunciou a mídia estatal nesta sexta-feira (15). A mudança é a maior anunciada desde a conclusão de um encontro entre os líderes do Partido Comunista nesta semana.

A mudança nas leis de planejamento familiar no país vão permitir que os casais tenham dois filhos se um deles (o pai ou a mãe) seja filho único, informou a agência Xinhua, citando uma decisão importante toma da pelos líderes nas reuniões desta semana.

O objetivo é para promover um "desenvolvimento balanceado de longo prazo da população da China", informou. Anteriormente, um casal, de uma forma geral, podia ter apenas o segundo filho se ambos os pais fossem filhos únicos.

Leia a reportagem na íntegra no site G1: 

Fonte:
G1

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário