Mercados atentos ao TrumpEconomics e o futuro dos emergentes, por Jason Vieira

Publicado em 20/01/2017 08:04
201 exibições

CENÁRIO MACROECONÔMICO & POLÍTICO 

Finalmente. Começa hoje a polêmica presidência de Donald Trump à frente dos EUA. Além de todas as questões relacionadas ao sistema de saúde, relações diplomáticas, aos eleitores favoráveis e contrários, questões eleitorais e hacks, a maior preocupação dos investidores é com a política econômica. 

Os rasos sinais emitidos por Trump levam em conta protecionismo, tentativa de desvalorização do dólar, política fiscal expansionista e um provável embate com o Federal Reserve. 

Na questão comercial, os dois alvos declarados, China e México tentam se preparar para o que se considera tempos difíceis, em especial ao México, que não tem o poderio da segunda economia do mundo para enfrentar as possíveis sanções. 

Nos mercados emergentes, a dúvida também é grande. O possível plano fiscal expansionista de Trump tenderia a beneficiar países produtores de commodities como o Brasil, porém, nada se sabe sobre o quanto os EUA podem se fechar e o quanto de retaliações comerciais e disputas podem nascer neste processo. 

O Trumpeconomics ainda sobrevive de especulações, pois na primeira coletiva como presidente eleito, onde se aguardavam maiores informações sobre os planos futuros como presidente acabou sendo utilizada para a defesa de boatos e ataques a grupos de mídia. 

Leia a coluna na íntegra no site da Investing

Fonte:
Investing.com

0 comentário