Líderes da Ásia-Pacífico falham em chegar a consenso em meio a profundas divisões entre EUA e China

Publicado em 19/11/2018 07:55
48 exibições

LOGO REUTERS

Por Philip Wen e Jonathan Barrett e Tom Westbrook

PORT MORESBY (Reuters) - Líderes da região Ásia-Pacífico falharam em chegar a um acordo sobre um comunicado em uma cúpula na Papua Nova Guiné no domingo pela primeira vez na história, uma vez que as profundas divisões entre os Estados Unidos e a China sobre o comércio e investimentos obstruíram a cooperação.

"Você conhece os dois grandes gigantes na sala", disse o primeiro-ministro da Papua Nova Guiné, Peter O'Neill, em entrevista à imprensa de encerramento, quando questionado sobre quais dos 21 membros do grupo de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (Apec, na sigla em inglês) não conseguiram chegar a um acordo.

O'Neill, que presidia o encontro, disse que o ponto de atrito foi sobre a menção da Organização Mundial de Comércio e sua possível reforma na Declaração dos Líderes.

Uma Declaração dos Líderes foi divulgada após cada uma das reuniões da Apec desde a primeira em 1993, mostra o site do grupo.

O'Neill afirmou que, como anfitrião da Apec, ele divulgará o Comunicado do Presidente, embora não esteja claro quando.

O presidente dos EUA, Donald Trump, não participou do encontro, mandando em seu lugar o vice-presidente, Mike Pence. Também não compareceu o presidente russo, Vladimir Putin.

Fonte: Reuters

Nenhum comentário