ABRAS monitora demanda em supermercados diante da crise do coronavírus

Publicado em 26/03/2020 14:52 e atualizado em 26/03/2020 21:06 92 exibições

Após o abastecimento mais intenso da população na semana de 15 de março, o movimento se normalizou a partir de 22 de março, de acordo com pesquisa exclusiva da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), realizada nesta segunda-feira (23), com as 27 associações estaduais. A ABRAS prevê que o movimento continue normalizado nos próximos dias. Os supermercados são, por lei, atividade essencial da economia e não irão fechar, e eles continuarão abastecidos e preparados para a demanda dos brasileiros. Toda a cadeia de abastecimento está funcionando normalmente, em plena atividade: indústria, logística, varejo. Os consumidores podem ficar tranquilos e fazer suas compras como o habitual, não há necessidade de estocar itens. O que pode acontecer pontualmente é uma questão de reposição, apenas a falta de alguns produtos relacionados à prevenção direta do Covid-19, por conta do aumento da demanda, com destaque para o álcool gel.

A ABRAS está também trabalhando em parceria com a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), do Ministério da Justiça e Seguridade Pública, para evitar práticas abusivas de aumento de preços no setor. Os órgãos de defesa do consumidor já se manifestaram em âmbito federal e estadual contra a prática, uma vez que a elevação de preços ocorre em meio à grave pandemia reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Ressaltamos que a ABRAS não compactua com a elevação injustificada de preços, principalmente, em período de fragilidade da população, que busca se proteger do coronavírus (Covid-19) e evitar a propagação da doença no Brasil.

Sobre vendas, o Índice Nacional de Vendas da ABRAS referente ao mês de março (quando iniciou a pandemia) sairá no final de abril. Nessa divulgação, também temos as avaliações de preços do indicador Abrasmercado (cesta com 35 produtos mais consumidor nos supermercados).

As lojas têm operado de acordo com as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para garantir a segurança de clientes e colaboradores em relação à prevenção do Covid-19. 

Fonte:
ABRAS

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário