Trump: coronavírus veio da China e deviam tê-lo parado lá, o que não fizeram

Publicado em 21/05/2020 20:17 343 exibições

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a criticar a China, durante evento nesta quinta-feira, 21, em Michigan. "O coronavírus veio da China e deviam tê-lo parado lá, o que não fizeram", disse ele, durante discurso em uma fábrica da General Motors na Ford. A declaração é dada em um momento de novas tensões geopolíticas entre as duas potências.

Trump homenageou em sua fala o fato de que essa fábrica da Ford passou na pandemia a produzir respiradores e outros itens, como para visores para proteger profissionais de saúde na linha de frente do combate contra a covid-19.

Michigan é ainda um dos Estados cruciais para a corrida presidencial, na qual Trump deve buscar a reeleição mais adiante neste ano.

Trump diz que pode querer sair para comícios de campanha em meio à pandemia

YPSILANTI, Michigan/FILADÉLFIA (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está ansioso para voltar à para as eleições do dia 3 de novembro e disse nesta quinta-feira que pode ter de promover comícios de campanha em locais abertos antes mesmo de ser possível realizar eventos tradicionais devido à pandemia de coronavírus. 

"Precisamos voltar aos comícios", disse Trump a jornalistas durante uma visita na fábrica da Ford em Ypsilanti, no Michigan. "Eu acredito que será em breve."

Com pouco mais de cinco meses até as eleições, Trump está atrás do rival democrata Joe Biden nas pesquisas nacionais e em alguns Estados como o Michigan, onde ele venceu em 2016. 

Um membro da campanha de Trump disse que autoridades se reuniram na semana passada para discutir como e quando retomar os grandes comícios de campanha pelos quais ele anseia.

"Está claro, ele está querendo a retomada dos comícios", disse o integrante da campanha. 

A reunião foi uma sessão ampla para levantar ideias e discuti-las, entre elas uma proposta de ter um comício parecido com um cinema drive-in.

Segundo o integrante da equipe da campanha, a organização pensa em realizar comícios já em meados de junho, preferencialmente em Estados decisivos como Wisconsin, Flórida, Pensilvânia e Michigan. 

Trump diz que pode apoiar outro projeto de estímulo contra coronavírus

YPSILANTI, Michigan (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quinta-feira que pode apoiar outro projeto de estímulo fiscal para auxiliar a sustentar a economia durante o surto do coronavírus, mas não forneceu detalhes sobre o que gostaria de ver nesse projeto.

"Acho que iremos. Acho que vamos ajudar as pessoas (com financiamento)... Poderia haver mais uma boa dose (de ajuda)", disse Trump a repórteres em uma fábrica da Ford.

Fed e Tesouro ainda têm "munição" para ajudar economia devastada pelo coronavírus, diz Trump

YPSILANTI, Michigan (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quinta-feira que o Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) e o Departamento do Tesouro ainda têm "munição" para auxiliar a economia do país, que tem sido devastada em meio à pandemia do coronavírus, embora ele duvide que seja necessário.

"(Há) munição ilimitada se precisarmos, mas não precisaremos", disse Trump a repórteres

Fonte:
Reuters/Estadão Conteúdo

0 comentário