Wall St encerra em alta com impulso de Boeing e atenção a estímulos

Publicado em 29/06/2020 21:07 32 exibições

NOVA YORK (Reuters) - As ações de Wall Street encerraram em alta nesta segunda-feira, e o S&P 500 está prestes a conquistar seu maior ganho percentual trimestral desde 1998 conforme investidores esperam uma recuperação econômica apoiada em estímulos, enquanto um salto nas ações da Boeing ajudou a impulsionar o Dow Jones.

As ações da fabricante de aviões saltaram mais de 14% depois que o 737 MAX decolou nesta segunda-feira de um aeroporto na área de Seattle, no primeiro dia de testes de voo de certificação com a Administração Federal de Aviação dos EUA e com pilotos de testes da empresa, um momento crucial na pior crise da Boeing.

Um aumento nas infecções pelo vírus nos Estados do sul e do oeste na semana passada diminuiu o S&P 500 em quase 3%, mas a ameaça de uma recessão mais profunda do que a esperada levou os investidores a aguardarem mais medidas de estímulo do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) ou do Congresso.

Mas o incômodo com o aumento de infecções foi atenuado pela precificação do antiviral remdesivir, que demonstrou alterar a evolução do Covid-19, da Gilead Sciences. A empresa também concordou em enviar quase todo o seu suprimento do medicamento para os Estados Unidos nos próximos três meses.

Enquanto o S&P 500 sobe mais de 17% no trimestre, o índice recua ligeiramente no mês, com as ações sendo afetadas por sinais de progresso na luta contra o coronavírus e um ressurgimento recente dos casos.

"Apesar de todo o sobe e desce, a volatilidade não vai a lugar algum", disse Willie Delwiche, estrategista de investimentos da Baird em Milwaukee. "Talvez essa seja a lição de junho, esses movimentos de um dia parecem impressionantes, mas você junta 20 deles e não há nada."

O Dow Jones subiu 2,32%, para 25.595,8 pontos, o S&P 500 ganhou 1,47%, para 3.053,24 pontos, e o Nasdaq valorizou-se 1,2%, para 9.874,15 pontos.

Ações europeias encerram em alta em sessão volátil após avanço de Wall St

(Reuters) - As ações europeias encerraram em alta em uma sessão volátil nesta segunda-feira, impulsionadas por fortes ganhos em Wall Street e uma valorização das ações cíclicas, à medida que a melhora dos dados gerou esperanças de uma recuperação econômica mais rápida.

Depois de rondar a estabilidade mais cedo na sessão, o índice pan-europeu STOXX 600 subiu 0,4%, e as ações de blue chips da zona euro subiram 0,9%.

Os bancos da zona do euro foram os maiores ganhadores, com alta de 3,2% depois de dados mostrarem que a recuperação do sentimento econômico em todo o bloco se intensificou em junho.

Um início forte em Wall Street também melhorou o sentimento, já que discussões em torno de mais estímulos ajudaram os investidores a olharem além do aumento no número de mortos no mundo pela Covid-19.

Além dos bancos, outros setores sensíveis ao crescimento, como petróleo e gás, empresas industriais e montadoras, lideraram os ganhos na Europa.

"Nos EUA, eles estão conversando ativamente sobre outra rodada de estímulos e isso auxiliará o mercado até certo ponto", disse Andrew Manton, gerente de portfólio de ações internacionais da Shelton Capital Management.

"Mas estamos em uma posição de esperar porque todo esse estímulo foi precificado. Agora, teremos que ver se funciona na economia real."

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 1,08%, a 6.225 pontos.

.Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,18%, a 12.232 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 valorizou 0,73%, a 4.945 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,69%, a 19.447 pontos.

. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,39%, a 7.278 pontos.

. Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,77%, a 4.392 pontos.

Preços do petróleo sobem após dados econômicos positivos, mas coronavírus preocupa

NOVA YORK (Reuters) - Os preços do petróleo avançaram cerca de 1 dólar por barril nesta segunda-feira, na esteira de dados altistas da Ásia e da Europa, embora investidores mantenham a cautela em meio a uma nova disparada no número de casos de coronavírus ao redor do mundo.

O petróleo Brent fechou em alta de 0,69 dólar, ou 1,7%, a 41,71 dólares por barril, enquanto o petróleo dos Estados Unidos (WTI) avançou 1,21 dólar, ou 3,1%, para 39,70 dólares o barril.

A recuperação da confiança econômica na zona do euro se intensificou em junho, com melhora em todos os setores, mostraram dados da Comissão Europeia nesta segunda-feira. A confiança geral subiu a 75,7 pontos em junho, ante 67,5 pontos em maio, embora ainda fique abaixo de expectativas.

Na China, os lucros das empresas industriais avançaram pela primeira vez em seis meses em maio, sugerindo que a recuperação econômica do país está ganhando tração.

Os índices acionários dos EUA, que apresentavam alta generalizada nesta segunda-feira, também forneceram suporte aos preços do petróleo, que por vezes acompanham os mercados de ações.

Por outro lado, temores de uma segunda onda da pandemia de coronavírus estão limitando as altas do petróleo. As mortes em função da Covid-19 ultrapassaram a marca de meio milhão de pessoas no domingo, segundo contagem da Reuters. Alguns Estados norte-americanos, como Califórnia, Texas e Flórida, reimpuseram restrições após um salto no número de casos.

"Embora essas medidas localizadas não tenham, por si só, grande impacto imediato na demanda, elas ressaltam o risco significativo que a demanda por gasolina enfrenta", disse a JBC Energy.

Fonte:
Reuters

0 comentário